PIB estadual
O Instituto Jones dos Santos Neves - IJSN, em conjunto com os Órgãos Estaduais de Estatística das demais Unidades da Federação e sob a coordenação do IBGE, integra, desde 1997, o programa de elaboração das Contas Regionais do Brasil, através do qual é calculado o PIB dos Estados com metodologia compatível com os conceitos adotados pelas Contas Nacionais do Brasil. Esses resultados refletem estimativas coerentes e comparáveis entre si, em caráter oficial, que permitem observar a contribuição de cada Estado para a formação da Renda Nacional.
Com esse indicador, que serve de base para a elaboração de vários outros, objetiva-se disponibilizar informações atualizadas sobre a realidade econômica dos estados, de acordo com as possibilidades metodológicas, que possam subsidiar os responsáveis pela formulação de políticas públicas voltadas para o desenvolvimento regional, revelando a eficácia das ações desenvolvidas ou o direcionamento de ações futuras. Também às empresas que necessitem de informações referentes ao comportamento, composição e competitividade das economias de cada estado, para poderem definir com segurança suas estratégias de expansão, localização e vendas. E, ainda, os estudiosos e à sociedade em geral, com informações regionalizadas que auxiliem nas análises da dinâmica dos desequilíbrios regionais que caracterizam a economia brasileira.

PIB municipal
Este trabalho é resultado da parceria entre o Instituto Jones dos Santos Neves – IJSN e o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, iniciada em 1997 para o projeto Contas Regionais do Brasil, visando o cálculo do Produto Interno Bruto das Unidades da Federação.
A partir deste primeiro trabalho, verificou-se a necessidade de atendimento à demanda de agentes econômicos públicos e privados, bem como da sociedade em geral, por indicadores econômicos padronizados e comparáveis, em nível municipal, como importante ferramenta para a realização de estudos comparados entre os municípios. Para este fim, foi formalizada em setembro de 2000 nova parceria entre o IBGE e os Órgãos Estaduais de Estatística e Secretarias Estaduais de Governo, para a elaboração do PIB dos Municípios, a partir de uma metodologia uniforme.
O PIB dos municípios permite estimar a riqueza gerada em seus territórios, bem como identificar suas especificidades e composição contribuindo para a formulação de políticas públicas e de estudos e análises setoriais, fundamentais para o planejamento regional e local.
Este trabalho é desenvolvido com metodologia compatível para todas as Unidades da Federação, e integrado conceitualmente aos procedimentos adotados nos Sistemas de Contas Nacionais e Regionais do Brasil.