Desenvolvimento Regional

A promoção do desenvolvimento regionalmente equilibrado, de forma equitativa e distribuindo os benefícios gerados por todo o território capixaba. Este é o objetivo do projeto de Desenvolvimento Regional do Governo do Estado do Espírito Santo.

Por meio do projeto, estão sendo criados Conselhos Regionais de Desenvolvimento para nove microrregiões capixabas - a exceção da microrregião Metropolitana, que já possui conselho instalado, o Comdevit. Os conselhos possuem representação dos diferentes segmentos da sociedade, poderes públicos e iniciativa privada, academia, setores produtivos, e têm por responsabilidade a criação de um ambiente de articulação, integração e pactuação de interesses regionais. O projeto conta com a gestão conjunta da Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes) e da Secretaria de Economia e Planejamento (SEP).

O Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) é responsável pela Secretaria Técnica dos trabalhos, juntamente com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti) e instituições de ensino e pesquisa de cada macrorregião. O escopo técnico inclui a formulação de um índice sintético de prosperidade para cada microrregião do Estado (IPES), um painel de indicadores, um sistema de informações integradas para o planejamento e um plano de ação para cada uma das microrregiões, consideradas as vocações e potencialidades locais, com vistas ao desenvolvimento regionalmente equilibrado do Estado.

Microrregiões

Clique em uma região para ver seus documentos.

Metropolitana
Central Serrana
Sudoeste Serrana
Litoral Sul
Central Sul
Caparaó
Rio Doce
Centro-Oeste
Nordeste
Noroeste

Microrregião Metropolitana

Fundão, Serra, Cariacica, Viana, Vitória, Vila Velha, Guarapari

Microrregião Central Serrana

Itaguaçu, Itarana, Santa Teresa, Santa Maria de Jetibá, Santa Leopoldina

Microrregião Sudoeste Serrana

Laranja da Terra, Afonso Cláudio, Brejetuba, Conceição do Castelo, Venda Nova do Imigrante, Domingos Martins, Marechal Floriano

Microrregião Litoral Sul

Alfredo Chaves, Anchieta, Iconha, Piúma, Rio Novo do Sul, Itapemirim, Marataízes, Presidente Kennedy

Microrregião Central Sul

Castelo, Vargem Alta, Cachoeiro de Itapemirim, Jerônimo Monteiro, Muqui, Atílio Vivácqua, Mimoso do Sul, Apiacá

Microrregião Caparaó

Ibatiba, Irupi, Iúna, Ibitirama, Muniz Freire, Divino de São Lourenço, Alegre, Dores do Rio Preto, Guaçui, São José do Calçado, Bom Jesus do Norte

Microrregião Rio Doce

Aracruz, Ibiraçu, João Neiva, Linhares, Rio Bananal, Sooretama

Microrregião Centro-Oeste

Baixo Guandu, São Roque do Canaã, Colatina, Marilândia, Pancas, Governador Linderberg, São Domingos do Norte, Alto Rio Novo, Villa Valério, São Gabriel da Palha

Microrregião Nordeste

Jaguaré, São Mateus, Conceição da Barra, Boa Esperança, Pinheiros, Pedro Canário, Montanha, Ponto Belo, Mucurici

Microrregião Noroeste

Águia Branca, Mantenópolis, Barra de São Francisco, Nova Venécia, Vila Pavão, Água Doce do Norte, Ecoporanga

Macrorregião Metropolitana

Microrregiões Metropolitana, Central Serrana e Sudoeste Serrana

Macrorregião Norte

Microrregiões Nordeste e Noroeste

Macrorregião Central

Microrregiões Rio Doce e Centro-Oeste

Macrorregião Sul

Microrregiões Litoral Sul, Central Sul e Caparaó

 

*Os documentos de cada região serão disponibilizados na medida em que os conselhos forem instalados e que os estudos e pesquisas forem concluídos.


Notícias Relacionadas

  • 07 de Fevereiro de 2019

    O trabalho está articulado com o Planejamento Estratégico do Governo do Estado Os caminhos e os desafios para o desenvolvimento regional capixaba foram debatidos em encontro realizado no Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) esta semana. Além da equipe e Diretoria do IJSN, estiveram presentes no encontro especialistas com atuação na área, representantes da Secretarias de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti) e de Economia e Planejamento (SEP), acadêmicos,...