Pagina Principal Artigos

CAPA Relatorio SiMAPP Ciclo 2019

Em 05 de outubro de 2017, o Estado do Espírito Santo instituiu o Sistema de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas do Espírito Santo (SiMAPP) por meio da Lei Estadual nº 10.744/2017 (ESPÍRITO SANTO, 2017). Esse sistema tem como objetivo: institucionalizar o monitoramento e a avaliação de forma coordenada e articulada no ciclo orçamentário, aprimorar políticas públicas do Poder Executivo Estadual e melhorar a qualidade do gasto.

Ainda, busca integrar indicadores quantitativos e qualitativos associados às políticas públicas, auxiliando os gestores públicos na tomada de decisão quanto à otimização do gasto público na obtenção de resultados eficientes, em cumprimento aos princípios constitucionais da economicidade e eficiência.

Na condição de coordenação do Núcleo de Monitoramento e de Avaliação de Políticas Públicas (NUMA), o IJSN desenvolve o presente relatório, que apresenta uma síntese das políticas monitoradas e avaliadas estabelecidas no Plano Estadual de Monitoramento e Avaliação de Políticas Públicas.

CAPA Nota Tecnica NIEE n03 2020

O fluxo de registro dos casos do novo coronavírus (COVID-19) apresenta algumas particularidades. Por conta do tempo decorrente entre a coleta de material e a emissão de resultados de testes da doença, as séries históricas de casos diários e acumulados podem apresentar um delay. Essa é uma característica do fluxo de registro de casos que se reproduz em Unidades da Federação (UFs) brasileiras.

Capa Boletim Economia Criativa v2No 1º trimestre de 2020, o número de pessoas ocupadas em atividades criativas no EspíritoNo 1º trimestre de 2020, o número de pessoas ocupadas em atividades criativas no EspíritoSanto foi estimado em 179,1 mil pessoas, representando 9,4% do total de pessoasocupadas e aumento de 5,9% em relação ao 1° trimestre de 2019.

Boletim Mercado de Trabalho Eugenio HerkenhoffO objetivo deste documento é acompanhar os indicadores conjunturais do mercado de trabalho capixaba a partir dos dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNADC) elaborada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Assim, serão apresentadas as flutuações trimestrais e a evolução dos agregados relacionados ao mercado de trabalho, tais como a população em idade de trabalhar, na força de trabalho, ocupada, desocupada e fora da força de trabalho, bem como os indicadores derivados de taxa de desocupação, nível de ocupação e taxa de participação na força de trabalho. Constam também deste boletim informações adicionais referentes à subutilização da força de trabalho, o rendimento do trabalho e os principais resultados para a Região Metropolitana da Grande Vitória (RMGV) e a capital Vitória.