Vendas no comércio local continuam em alta

No mês de maio, as vendas do comércio varejista estadual registraram alta de +2,6% frente ao mês de abril, após ajuste sazonal. No varejo ampliado, o comércio local registrou elevação de +25,7% frente ao mês de maio de 2009, alcançando a primeira posição no ranking nacional. Esses dados compõem a Resenha de Conjuntura divulgada nesta terça-feira (13), pelo Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), com base na pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
 
De acordo com os dados, esse desempenho foi influenciado principalmente pela expansão nas vendas dos seguintes segmentos: Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (+5,3%), Outros artigos de uso pessoal e doméstico (+4,1%), Tecidos, vestuário e calçados (+3,1%) e Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (+0,9%).



Na comparação com o mês de maio de 2009, o comércio varejista local registrou expansão de +8,8% no volume de vendas, impulsionado pelo crescimento generalizado entre os segmentos pesquisados, com exceção de Combustíveis e lubrificantes (-8,0%). Segundo o IBGE, a queda nas vendas desse segmento pode ser atribuída à alta de preços do álcool combustível. Cabe destacar a elevação nas vendas de Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação (+23,1%), seguida de Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (+19,7%). É importante notar também o crescimento nas vendas de Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (+7,7%), segmento que responde pela maior participação relativa na formação da taxa global do varejo capixaba.



No comércio varejista ampliado houve crescimento de +2,5% no mês de maio em comparação a abril, descontados os efeitos sazonais, resultado que esteve acima da média verificada para o País (+0,1%). A comparação com o mês de maio de 2009 revela indicadores ainda mais expressivos para o comércio estadual, tendo em vista a expansão de +25,7% nas vendas do varejo ampliado local, notadamente acima da média nacional (+9,5%). Nesse período, o desempenho estadual foi favorecido pela elevação nas vendas de Veículos, motocicletas, partes e peças (+43,0%) e de Materiais de construção (+26,2%). Por conta desses resultados, o Espírito Santo alcançou a primeira posição no ranking nacional em expansão das vendas.


Em maio, a receita nominal de vendas do comércio varejista estadual registrou alta de +14,5% frente ao mesmo mês de 2009, revelando um índice de preços
implícito de 5,2%. No comércio varejista ampliado, a receita nominal de vendas registrou alta de +29,5% ante o mesmo mês de 2009, impulsionada pela elevação de +45,5% na receita auferida pelo segmento de Veículos, motocicletas, partes e peças.
 
Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do IJSN
Francisca Proba
Tels: 3324-3888/9983-8110/9901-3294