De estagiária à coordenadora: 30 anos de IJSN

Claudinha 2Atualmente responsável pela Coordenação de Gestão de Pessoas (CGEP) do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), a história da servidora Ana Cláudia Santos Fraga no Instituto já soma mais de 30 anos. A carreira profissional começou em 1985, na função de estagiária.

Técnica em Edificações, recebeu uma indicação do Instituto Federal do Espírito Santo, escola em que se formou, para começar a atuar no IJSN. “Fui contratada como estagiária pelo Instituto, em 1985, para trabalhar em um projeto de urbanização do Centro de Vitória, mais precisamente na Avenida Princesa Isabel. Era um trabalho de campo, na rua, minha função era medir as ruas do Centro com fita métrica”, lembrou.

A dedicação como estagiária e a aprovação em diversos testes da época renderam à Ana Claudia a contratação como servidora do IJSN, em 1987, quando passou a exercer o cargo de Assistente Técnica, lotada no antigo setor de Desenho – atual Coordenação de Geoespacialização –, onde atuou por dez anos.

Em 2008, iniciou suas atividades na área administrativa, e já em 2009 foi convidada a assumir a Coordenação da CGEP.

A paixão pela vida pública é herança do pai e foi ampliada pela convivência com o sogro, que também atuaram como servidores públicos. “Eles me ensinaram a compreender que o ambiente público é um santuário, em que deve prevalecer o respeito, pois quem paga a luz, a água, e toda essa estrutura é a população, e principalmente aquele trabalhador que leva marmita, que anda de ônibus todo dia e que usa os serviços públicos”.

Com 52 anos de idade, mãe de quatro filhos e avó de seis netos, formada em Gestão de Recursos Humanos, entre o tempo dedicado ao serviço público, à família e ao gosto por frescobol, ela não mede esforços também para ações voluntárias em prol da comunidade e de movimentos sociais, desde os 17 anos. “Faço um trabalho voluntário na Pastoral da Criança e busco sempre levar meu aprendizado no setor público para as organizações não governamentais”, contou. 

A grande marca de Ana Cláudia é reconhecida pelos colegas de trabalho: o envolvimento e a busca constante em contribuir com o crescimento da instituição e das pessoas.

“Uma palavra que me define bem é a palavra ‘gente’. Eu sempre estou rodeada de pessoas, seja no trabalho, com amigos ou com a família. Durante minha trajetória na vida pública o Instituto tem sido uma escola para mim. A cada dia quando eu saio do meu setor para ir para casa, eu saio uma pessoa diferente, uma pessoa mais capacitada em gestão de pessoas, devido a troca de experiências com o outro, onde são todos meus professores”.

 

Valorize e conheça mais histórias como essa em www.es.gov.br/mulheres.

 

Texto: Adenil Silva

Edição: Larissa Linhalis 

 

 

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do IJSN
Larissa Linhalis
(27) 3636-8066 / 99892-5291
comunicacao@ijsn.es.gov.br