Estado Presente: Governo alinha dados e ações para atuação social

                                                                                                                                                  Foto: Larissa Linhalis/IJSNEstado Presente 2019 02 22 35                                                                                                                                                 

Um alinhamento de ações multissetoriais foi realizado na tarde desta sexta-feira (22) entre as diversas Secretarias de Estado envolvidas nas estratégias sociais do Programa Estado Presente. O encontro foi pautado na apresentação de dados, estatísticas e evidências, nos moldes trabalhados para a composição do Eixo de Proteção Policial do programa, lançado nesta semana pelo g overnador Renato Casagrande.

“Estamos trabalhando com um modelo de gestão compartilhada, tendo como condutor o próprio governador do Estado. A integração entre as áreas e entre os eixos policial e social é fundamental para ampliarmos a eficiência e a eficácia do programa. É uma soma de esforços para enfrentar com resolutividade a problemática da segurança pública. O Estado Presente atua vai além da proteção policial”, destacou o secretário de Estado de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc.

O Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) trabalha no levantamento de indicadores de vulnerabilidade - tendo por base os 43 territórios que compõem o foco de atuação do Estado Presente -, como o percentual de jovens grávidas, o local de residência dos jovens em atendimento socioeducativo, renda, taxas de abandono e reprovação escolar, entre outros. Os indicadores são contextualizados do ponto de vista territorial.

O diretor-presidente do IJSN, Luiz Paulo Vellozo Lucas, falou da importância do olhar social ampliado. “O olhar a vulnerabilidade precisa ser contextualizado. Os jovens vulneráveis têm família, ambiência, território. E eles só terão outra trajetória possível se o território se desenvolver de maneira holística, participativa e integrada. Por isso, estamos trabalhando indicadores contextualizados nessa ambiência”, explicou.

Durante a reunião desta sexta-feira, a subsecretária de Planejamento e Projetos da SEP, Joseane Zoghbi, falou sobre as ações realizadas no Programa Estado Presente no período 2011-2014, e também explicou aos gestores a atividade de inventário dos projetos para esta nova fase de retomada do programa, no atual governo.

O Eixo de Proteção Social do Estado Presente, a ser lançado em março, entrará em operação no segundo semestre com ações transversais envolvendo secretarias como a de Educação, Cultura, Direitos Humanos e de Ciência e Tecnologia, e órgãos do Estado. Essas ações serão integradas à atuação policial qualificada.

Os objetivos do Programa Estado Presente em defesa da Vida são reduzir os índices de violência e criminalidade, com foco especialmente em crimes letais (homicídio, feminicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte) e reduzir a vulnerabilidade à violência, especialmente da juventude.

 

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN)
Larissa Linhalis
(27) 3636-8066 / 99892-5291
comunicacao@ijsn.es.gov.br

Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Economia e Planejamento (SEP)
Cláudia Feliz
(27) 3636-4258 / 99507-4071
claudia.feliz@planejamento.es.gov.br