Inflação da RMGV fica abaixo da média nacional em janeiro

IPCA Jan2019A inflação medida na Região Metropolitana da Grande Vitória (RMGV) tanto pelo Índice de Preço ao Consumidor Amplo (IPCA) quanto pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) registraram taxas inferiores às médias nacionais em janeiro de 2019, na comparação com o mês anterior (+0,28% e +0,31%, respectivamente). Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

O IPCA na RMGV teve aumento de +0,28% no mês. Já a média nacional foi de +0,32% no mesmo período. A maioria dos grupos de produtos e serviços apresentaram variações positivas, com destaque para Alimentação e bebidas (+1,15%), uma vez que tanto a Alimentação no domicílio (+1,27%), como a Alimentação fora do domicílio (+0,92%) ficaram mais caras. 

Entre os produtos que ficaram mais caros no mês de janeiro de 2019 na região capixaba, destacaram-se: Repolho (+29,67%),Cenoura (+23,61%), Manga (+22,25%), Batata-inglesa (+21,48%) e Feijão-carioca (20,30%). Em contrapartida, produtos comoTomate (-12,69%) e Peixe-peroá (-6,12%) demonstraram preços mais baratos. 

A inflação acumulada em 12 meses pelo IPCA na RMGV foi de +3,75%, próximo ao observado para o Brasil (+3,78%). 

Quando avaliado o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), este apresentou elevação (+0,31%) em janeiro, em relação ao mês anterior. A variação, porém, também é inferior a brasileira (+0,36%). Ainda nesta base de comparação, os grupos que manifestaram os maiores aumentos foram: Alimentação e bebidas (+1,12%), Transportes (+1,02%) e Artigos de residência (+0,51%). 

 

Clique aqui para acessar a resenha na íntegra 

 

Informações à imprensa: 
Assessoria de Comunicação do Instituto Jones dos Santos Neves – IJSN 
Larissa Linhalis 
(27) 3636-8066 / (27) 99892-5291 
comunicacao@ijsn.es.gov.br