Pagina Principal Artigos Workshop debate os rumos da educação capixaba

Workshop debate os rumos da educação capixaba

IMG 20190117 WA0001Resultados e rumos da educação capixaba foram debatidos na manhã desta quinta-feira (17), em workshop realizado no Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN). Trata-se de uma reunião de trabalho conjunta entre representantes da Secretaria de Estado da Educação (Sedu) e técnicos do Núcleo de Estudos e Pesquisas em Educação e demais áreas de atuação do instituto. O encontro contou ainda com a colaboração da capixaba, mestre e doutora em filosofia e especialista em elaboração e implementação de políticas públicas, Viviane Mosé, referência nacional no tema.

Os trabalhos foram acompanhados pelo diretor-presidente do IJSN, Luiz Paulo Vellozo Lucas, pelos diretores Eduarda La Rocque (Estudos e Pesquisas) e Pablo Lira (Administrativo) e pela subsecretária de Educação Básica e Profissional da Secretaria de Estado da Educação (Sedu), Ângela Merícia Cavati.

O coordenador do núcleo de educação do IJSN, Magnus de Castro, apresentou as pesquisas que estão sendo feitas pelo núcleo, como as avaliações qualitativa e de impacto do programa Escola Viva, a avaliação de impacto do programa Nossa Bolsa e o preditor de abandono escolar.

Em seguida, Viviane Mosé falou sobre aspectos histórico-culturais e, sobretudo, sobre os atuais desafios da educação brasileira, além de suas experiências em educação por todo o país e no Estado do Espírito Santo, tendo atuado como consultora sênior na reformulação curricular da rede estadual de educação e na reestruturação da rede municipal de Cachoeiro de Itapemirim.

Ela defendeu a importância do protagonismo do aluno no ambiente escolar e o papel do professor enquanto articulador e condutor de um processo de desenvolvimento humano e intelectual que ultrapassa a barreira das quatro paredes das salas de aula.

“Para um conteúdo ser significativo, ele tem de ser contextualizado. É preciso saber o que eles (alunos) precisam, aproximar a escola da vida, do mundo. Não importa o que eu ensino, importa o que o aluno aprende. É necessário desenvolver a autonomia do aluno, o pensamento crítico. Eles precisam pensar e, para pensarem, tem que ter contexto”, argumentou.

Viviane destacou ainda que considera excelente a qualidade da educação brasileira e capixaba, citando exemplos de cases de sucesso. “O que precisa ser aprimorada é a metodologia”.

A subsecretária da Sedu, Ângela Merícia Cavati, elogiou a iniciativa do IJSN em promover o debate e o fato das avaliações perpassarem as relações humanas em torno da educação. Sobre o constante aprimoramento das metodologias, destacou: “O papel do Instituto Jones é fundamental neste processo. Os pesquisadores daqui (Instituto) são profissionais de excelência e esse trabalho conjunto (Sedu e IJSN) não tem como dar errado. Nós começamos de forma extremamente positiva”.

O diretor-presidente do IJSN, Luiz Paulo Vellozo Lucas, garantiu que reuniões de trabalho conjuntas, como a realizada nesta quinta-feira (17), serão frequentes e abordarão temas das diferentes áreas de atuação do Governo. “Queremos atuar ativamente e contribuir para o desenvolvimento capixaba. É nosso papel subsidiar a Sedu e o Governo como um todo na avaliação, monitoramento e elaboração de políticas públicas que garantam entregas relevantes aos capixabas”, finalizou.

 IMG 20190117 WA0002 WhatsApp Image 2019 01 17 at 8.32.08 PM

 

Informações à imprensa:

Assessoria de Comunicação do Instituto Jones dos Santos Neves – IJSN

Larissa Linhalis

(27) 3636-8066 / (27) 99892-5291

comunicacao@ijsn.es.gov.br