Economia capixaba cresce 1,8% no segundo trimestre de 2018

PIB Trimestral2Economia capixaba cresce 1,8% no segundo trimestre de 2018

O Produto Interno Bruto (PIB) do Espírito Santo apresentou crescimento de 1,8% no segundo trimestre de 2018, em comparação ao trimestre anterior, ficando bem acima da taxa nacional, que foi de 0,2%. Essa foi a terceira alta consecutiva e a maior dos últimos cinco trimestres. Com esse resultado, o PIB nominal do Estado totalizou R$ 33 bilhões em valores correntes no período. Contribuíram para o bom desempenho o comércio varejista ampliado (3,6%) e a indústria em geral (0,5%). Nessa mesma base, o setor de serviços apresentou retração de 0,4%.

Nas demais bases de comparação, a atividade econômica capixaba seguiu em trajetória de crescimento, com ritmo se intensificando em três das quatro medidas consideradas. Na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior e no acumulado do ano, as expansões foram de 1,6% e 1,1%, respectivamente. A boa performance da agricultura, com previsão de aumento na produção das principais culturas como café conilon (49,7%), café arábica (27,7%), cacau (36,6%) e pimenta-do-reino (49,0%), e a intensa expansão do comércio varejista ampliado, que acumula alta de 15% no ano, foram determinantes para os bons resultados.

Em relação ao desempenho nacional, o Espírito Santo superou o Brasil na comparação anualizada, que traz o acumulado em quatros trimestres, apresentando crescimento de 1,7% frente a 1,4% do País. No confronto com o mesmo trimestre do ano anterior, o resultado para o Estado é de 1,6% frente a 1,0%. Quanto ao crescimento acumulado ao longo do ano, ambos se encontram em 1,1%. Em valores nominais, o PIB capixaba totalizou R$ 123,4 bilhões no acumulado dos últimos quatro trimestres, o maior valor dos últimos onze trimestres.

O PIB representa a soma, em valores monetários, de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região, durante um determinado período. Calculado pelo IJSN, o PIB trimestral reflete a situação econômica no curto prazo, antecedendo o cálculo do PIB anual, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).