Instituto Jones recebe economista e aprimora metodologia para a construção da Matriz Insumo-Produto

 Economista Marcelo Kureski e servidores no auditorio do IJSN
 Economista Marcelo Kureski e servidores no auditório do IJSN

O economista e professor Ricardo Kureski está no Estado desde quarta-feira (31) compartilhando com os servidores do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Secretaria de Estado de Desenvolvimento e técnicos do Ideies/Findes, conhecimento sobre Matriz Insumo-Produto (MIP).

A MIP constitui um importante ferramental de análise estrutural da economia, capaz de incorporar todo encadeamento econômico dos setores produtivos, permitindo assim a identificação dos principais setores-chaves para a geração de emprego, renda e produção e da mensuração dos fluxos de bens e serviços.  Como o processo de produção se materializa no território, um melhor entendimento da estrutura de produção em nível regional é um elemento-chave para a realização e aferição de políticas públicas de maneira mais detalhada, considerando as particularidades produtivas de cada região.

“Nós vamos ampliar nosso conhecimento sobre economia capixaba. Temos uma matriz desde 2010, mas nessa etapa estamos atualizando nossa metodologia. Aprimorar esse método com um especialista no assunto é muito importante para toda a equipe do Governo do Estado”, afirma Gabriela Lacerda, diretora-presidente do IJSN, referindo-se a Ricardo Kureski.

O economista é referência no tema Matriz de Insumo-Produto Brasil afora e auxiliou outros Estados na reestruturação da metodologia da Matriz, a exemplo de Maranhão e Minas Gerais. Kureski é pesquisador do Instituto Paraense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes).

Laila Novaes
Assessora de Comunicação
Instituto Jones dos Santos Neves - IJSN
Tel. (27) 3636-8066 / (27) 99822-6382
www.ijsn.es.gov.br