PIB capixaba cresce 1,4% no segundo trimestre de 2017 comparado ao trimestre anterior

PIB Trimestral2

Resultado mostra terceiro avanço consecutivo

O Produto Interno Bruto (PIB) do Espírito Santo cresceu +1,4% e obteve o terceiro avanço consecutivo no segundo trimestre de 2017 em comparação ao trimestre anterior. No confronto com o mesmo período de 2016, a produção econômica capixaba aumentou +3,1%. Nessa base de comparação, é o melhor resultado dos últimos nove trimestres. Os dados foram calculados pela Coordenação de Estudos Econômicos (CEE) do Instituto Jones dos Santos Neves (IJNS). O PIB nominal totalizou R$ 137,6 bilhões no acumulado dos últimos quatro trimestres.

Desempenho dos Setores

Na comparação do segundo trimestre deste ano com o mesmo período de 2016, o comportamento da economia estadual foi influenciado, em grande medida, pela performance da Indústria Extrativa (+7,4%), da Indústria de Transformação (+2,6%) e do Comércio Varejista ampliado (+3,2%). O setor de Serviços ficou estável (0,0%), indicando uma melhora em relação ao trimestre anterior no qual havia recuado -2,6%. A produção agrícola tem contribuído positivamente para o resultado de todas as medidas de desempenho, uma vez que existe previsão de aumento da produção em importantes lavouras da economia capixaba, em 2017. Os destaques do ano devem ser: a Pimenta-do-reino (+190,9%), o Coco-da-bahia (+31,2%), a Banana (+23,3%), o Café-conilon (+18,3%), o Mamão (+15,2%) e o Tomate (+5,6%). 

Comparação com o Brasil

O confronto entre as variações do PIB do Brasil e do Espírito Santo no segundo trimestre de 2017 evidencia que o desempenho estadual ficou acima do nacional em três das quatro medidas de desempenho. O resultado brasileiro foi melhor apenas na comparação dos últimos quatro trimestres contra igual período anterior, no qual registrou redução de -1,4% contra -5,0% do indicador capixaba. Nas outras bases de comparação, o desempenho do estado ficou acima do observado para o país. Enquanto o Espírito Santo avançou +1,6% no acumulado do ano, frente ao mesmo período do ano anterior, o nível de atividade nacional ficou estável (0,0%). No confronto com o trimestre imediatamente anterior, com ajuste para sazonalidade, as variações foram de +1,4% para o estado e de +0,2% para o Brasil. Mesmo mostrando melhora no nível de atividade econômica na comparação do segundo trimestre com igual período do ano anterior, pela segunda vez consecutiva, o desempenho do Brasil ficou abaixo do verificado no Espírito Santo. Enquanto o estado cresceu +3,1% o país registrou o pequeno acréscimo de +0,3%.

Resultado do PIB

O Produto Interno Bruto (PIB) do Espírito Santo é calculado anualmente pelo Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN) em parceria com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), com os resultados sendo divulgados com uma defasagem temporal de dois anos. A partir de 2009, visando reduzir essa defasagem, o IJSN passou a calcular o Indicador de PIB Trimestral, que reflete a situação econômica no curto prazo, antecedendo o cálculo do PIB anual.

 

Laila Novaes
Assessora de Comunicação
Instituto Jones dos Santos Neves - IJSN
Tel. (27) 3636-8066 / (27) 99822-6382