Dados preliminares de comércio exterior - Outubro de 2016

Comercio Exterior Carlos Eugenio Alves No mês de outubro de 2016, as exportações e as importações, brasileiras e capixabas, apresentaram resultados de queda em todas as bases de comparação (Gráfico 1 e 2; Tabela 1 e 2).

No Espírito Santo, as exportações apresentaram quedas de -25,22% frente ao mês imediatamente anterior; -17,79% na comparação com outubro de 2015; -38,16% no acumulado de janeiro a outubro de 2016 frente ao mesmo período do ano anterior e -38,26% no acumulado dos últimos 12 meses em comparação aos 12 meses anteriores. As importações apresentaram quedas de -38,11% na comparação com setembro; -45,60% na comparação interanual; -34,16% no acumulado do ano e -33,11% no acumulado em 12 meses (Gráfico 1 e Tabela 1 e 2).

 As exportações e as importações brasileiras também apresentaram reduções em todas as bases de comparação, porém, em magnitudes inferiores. No caso das exportações, as quedas foram de -13,17% frente ao mês anterior; -14,50% na comparação com outubro de 2015; -4,64% no acumulado no ano e -5,17% no acumulado em 12 meses. As variações nas importações do país foram de -5,11% na comparação mensal; -19,06% na interanual; -22,75% no acumulado no ano e -24,98% no acumulado em 12 meses (Gráficos 2 e Tabelas 1 e 2).

A corrente de comércio capixaba, acumulada em 12 meses, somou US$ 10,2 bilhões, queda de -36,53% frente ao acumulado dos 12 meses anteriores; enquanto a corrente de comércio brasileira atingiu US$ 321,4 bilhões, queda de -14,81% frente aos 12 meses antecedentes. O saldo comercial capixaba atingiu US$ 3,0 bilhões no acumulado dos últimos 12 meses, uma redução absoluta de US$ -2,3 bilhões frente aos 12 meses anteriores. No caso brasileiro, em que o saldo comercial alcançou a cifra de US$ 46,0 bilhões, no acumulado dos últimos 12 meses, houve um incremente absoluto de US$ +35,9 bilhões (Gráficos 3 e 4).

COMEX Outubro