O IJSN divulga o Produto Interno Bruto (PIB) do Espírito Santo referente ao ano 2013

Em 2013, o PIB capixaba apresentou estabilidade em termos reais (+0,1%), desempenho inferior à média brasileira (+3,0%). Com este resultado o Estado alcançou, neste ano, a cifra de R$ 117,04 bilhões em termos nominais, o que representa uma participação de 2,2% do total produzido em território nacional. Entre os anos de 2010 e 2013, a economia capixaba cresceu a uma taxa média de +2,4%, resultado inferior ao registrado pelo Brasil (+2,9%).

O PIB per capita do Estado alcançou o valor de R$ 30.485,96 em 2013, superando o registrado pelo Brasil, que foi de R$ 26.446,72. No entanto, na comparação com 2012, o PIB per capita capixaba recuou -6,8%, resultado do baixo crescimento da economia local combinado com o alto crescimento da população no período (+7,3%).

As Indústrias Extrativa (-2,1%) e de Transformação (-2,5%) e o setor de Comércio, Manutenção e Reparação de Veículos Automotores e Motos (-3,2%) apresentaram queda nos níveis de atividade em 2013 na comparação com o ano anterior. Em conjunto, estas três atividades responderam por 44,5% do valor adicionado pela economia capixaba em 2013.

Entre os grandes setores da economia capixaba, destaca-se o setor terciário, cuja participação no valor adicionado bruto da economia passou de 54%, em 2012, para 56,2%, em 2013, representando um ganho de 2,2 pontos percentuais, em detrimento do setor secundário. O setor primário apresentou estabilidade no período, mantendo sua participação em 3,3%.

O Produto Interno Bruto (PIB) do Espírito Santo é calculado em parceria formada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e o Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN). A publicação completa está disponível aqui.