O Espírito Santo retoma a trajetória de redução da pobreza em 2014

A pobreza no Espírito Santo que mantinha uma tendência de redução ao longo da última década apresentou o primeiro aumento em 2013, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) divulgada pelo IBGE. A parcela da população capixaba vivendo em domicílios com uma renda per capita inferior a R$206, passou de 6,7% em 2012 para 9,4% em 2013. No entanto, em 2014 retoma-se a trajetória de redução da pobreza, embora ainda não tenhamos alcançado o patamar de 2012. Em 2014 a porcentagem de pobres passou para 7,5% da população capixaba. Nesse último ano, 71 mil capixabas saíram da condição de pobreza. 

A situação de extrema pobreza também seguiu a mesma tendência de reversão em 2013 e retorno à trajetória de queda em 2014, passando de 3,5% em 2013 para 1,7% em 2014, representando uma redução de 65 mil capixabas vivendo em domicílios extremamente pobres (renda per capita inferior a R$103 por mês).

 O documento completo está disponível aqui.