Pagina Principal Artigos Espírito Santo lidera a expansão industrial no País

Espírito Santo lidera a expansão industrial no País

A Resenha de Conjuntura, divulgada nesta quarta-feira (10), pelo Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), mostra a expansão da produção industrial do Espírito Santo, que inicia o ano de 2010 na liderança em todo o País. Em janeiro de 2010 o crescimento foi 5,6% frente a dezembro de 2009, resultado nitidamente acima da média nacional (+1,1%). Esses dados são baseados na pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Com esse resultado, a indústria capixaba alcançou a primeira posição no ranking nacional, ancorada na significativa elevação da produção na indústria extrativa (+10%), tendo em vista a queda ocorrida na indústria de transformação (-1,7%). Especificamente, no caso da indústria de transformação, vale destacar a expansão da produção das indústrias de Minerais não metálicos (+6,4%) e Celulose (+4,4%).

Na comparação com o mês de janeiro de 2009, a indústria local registrou o maior crescimento de sua série histórica (+48,5%), impulsionada pelo desempenho da indústria extrativa (+158,4%) e pelo crescimento generalizado entre os setores da indústria de transformação (+24%).

Segundo o IBGE, é importante considerar que os resultados obtidos refletem a ampliação do ritmo produtivo frente ao período em que houve concessão de férias coletivas e paralisações não programadas na indústria nacional, em face dos efeitos da crise econômica mundial. Nesse contexto, os resultados locais expressam, principalmente, a retomada da produção de minério de ferro na indústria extrativa, e de aço, na indústria metalúrgica (+52,7%).

Cabe destacar, ainda, a expansão da produção nas indústrias de Celulose (+12,9%), Alimentos e bebidas (+11,8%) e Minerais não metálicos (+8,1%), frente ao mês de janeiro de 2009.

Nos últimos três meses, comparativamente ao mesmo período do ano anterior, o desempenho da produção da indústria estadual também foi significativo (+34,8%), o que corrobora as evidências de aceleração do ritmo produtivo, especialmente quando confrontado ao fechamento do quarto trimestre de 2009 (+18,6%). O resultado foi impulsionado pelo desempenho das indústrias extrativa (+47,4%) e de transformação (+30,1%), com destaque para o setorde Metalurgia básica (+57,4%).

Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do IJSN
Francisca Proba
Tels: 3324-3888/9983-8110/9901-3294