Pagina Principal Artigos IJSN divulga indicadores socioeconômicos divididos por bairro

IJSN divulga indicadores socioeconômicos divididos por bairro

O Instituto Jones do Santos Neves (IJNS) divulgou uma nota técnica com "Indicadores Socioeconômicos dos Bairros dos Municípios do Estado do Espírito", com base no Censo Demográfico 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O estudo traz uma análise das distribuições populacionais e das características dos habitantes por bairro. 

A nota permite um melhor conhecimento do espaço urbano, de modo a fornecer subsídios para políticas locais, especialmente no que tange ao planejamento urbano e a alocação de equipamentos públicos. 

Os dados são referentes a 12 municípios capixabas. Isso porque em agosto de 2010, ocasião em que foram coletadas as informações, apenas esses municípios possuíam a legislação municipal de bairros, possibilitando, portanto, que os dados fossem desagregados até esse nível. 

Os municípios com os dados divulgados são: Aracruz, Barra de São Francisco, Cachoeiro de Itapemirim, Cariacica, Colatina, Ecoporanga, Iúna, Linhares, Serra, Viana, Vila Velha e Vitória.

 

Censo

 

O Censo Demográfico é a principal fonte de informações sobre as características socioeconômicas, da população brasileira. A pesquisa é realizada em todos os domicílios do território nacional a cada dez anos.Uma das novidades do Censo Demográfico de 2010 é a divulgação dos dados por nível de agregação de bairro. No entanto, apenas os municípios que possuíam legislação municipal de bairros até agosto de 2010, tiveram o recenseamento por este nível de desagregação.

 

Municípios

 

Um dos dados apontados pela pesquisa é a densidade demográfica dos bairros. Em Aracruz, por exemplo, dos 44 bairros, estão entre os mais populosos Barra do Riacho (6.042 habitantes), Bela Vista (5.249 habitantes) e Coqueiral (4.197 habitantes). O município de Viana tem como bairro mais populoso Marcílio de Noronha, contando com um total de 13.408 habitantes, 20,6% da população do município. Vila Velha é o município mais populoso entre os capixabas com cerca de 414.586 habitantes representando 11,8% da população total do Estado. A capital do Estado, Vitória, apresenta-se como o município mais urbanizado do Espírito Santo, sendo o único a não apresentar área rural. 

Em Barra de São Francisco um dos destaques é o serviço de coleta de lixo, que atende um percentual acima de 90% dos domicílios na maior parte dos bairros. No município da Serra os serviços de água, energia elétrica e coleta de lixo também apresentam uma elevada cobertura em todos os bairros. 

Em Cachoeiro de Itapemirim, na análise dos dados de educação, a taxa de alfabetização para as pessoas de dez anos ou mais de idade foi de 94,6%, superior a observada no Estado (92,5%). 

Ainda entre os municípios pesquisados, em Cariacica, 76,65% dos domicílios da área urbana são próprios e já quitados. Já o maior número de domicílios particulares permanentes (1.212 domicílios) do município de Ecoporanga, localiza-se no Centro, o que representa 31,58% do total de residências da área urbana da cidade. 

Sobre a divisão da população dos bairros por sexo, o estudo aponta que o município de Colatina possui, em geral, a população feminina superior a masculina, com exceção dos bairros Raul Giubert, Martineli, Barbados e São Marcos. 

Outro dado analisado pela pesquisa é a divisão populacional dos bairros por faixa etária. Em Iúna, os bairros Vale Verde e Ferreira Vale possuem a maior proporção de habitantes em idade ativa, 76,9% e 74,2%, respectivamente. O estudo também expõe a renda média mensal dos moradores dos bairros. Nesta análise, Linhares está entre os dez municípios capixabas com maiores rendas, com um rendimento mensal de R$ 1.095,61, considerando as pessoas com dez anos ou mais de idade que possuem rendimentos.

 

 Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação do IJSN
Larissa Linhalis
(27) 3636-8066 / 9887-8488
comunicacao@ijsn.es.gov.br
Texto: Bruna Jureves