Pagina Principal Artigos Oficina debate novos caminhos para estudos sobre mobilidade urbana

Oficina debate novos caminhos para estudos sobre mobilidade urbana


Em encontro que se estendeu durante toda esta quinta-feira (12), secretários de Estado, gestores municipais da Região Metropolitana de Vitória e a Universidade Federal do Espírito Santo participaram de um debate sobre mobilidade urbana. No encontro, realizado no auditório do Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN), os participantes apresentaram as ações que estão realizando na área e também as necessidades de informações e dados para auxiliarem no processo decisório nas esferas de poder.

O Secretário de Estado de Projetos Especiais e Articulação Metropolitana, José Eduardo Azevedo, elogiou a iniciativa do IJSN em debater o tema. “Esse é o espaço para se olhar ao longo prazo. A pesquisa tem essa característica, de ter uma visão mais profunda sobre os temas, e a mobilidade urbana é um tema que precisa disso”.

Também presente ao encontro, o Secretário de Estado dos Transportes e Obras Públicas, Fábio Damasceno, falou sobre a importância de um planejamento integrado, de forma que municípios e Estado pensem de forma coletiva as soluções para o problema, otimizando recursos e resultados e melhorando a qualidade de vida da população da região.


“A discussão do tema mobilidade urbana, envolvendo todos os gestores da Região Metropolitana é fundamental para que vençamos juntos os principais desafios relacionados ao tema: a geografia da região, que necessita de soluções para interligar diferentes realidades entre ilha e continente; buscar melhorias para o transporte coletivo que já temos e que passa a ser indispensável para alcançar o uso eficiente do sistema viário. O encontro de hoje demonstra a importância da parceria com o Instituto, enquanto instituição pública de pesquisa e planejamento, para que as discussões sirvam como base de novos projetos”.

Transporte coletivo
Durante o debate foram pontuados temas que devem ser pensados paralelos ao problema da mobilidade urbana, como o uso e ocupação do solo; pesquisas de urbanidade; o transporte não só de pessoas, mas também de cargas; e a satisfação do usuário do sistema coletivo, de forma a tornar esse tipo de transporte atrativo para todas as classes sociais.

“O Governo do Espírito Santo entende como prioritária a utilização do transporte coletivo e por isso estamos desenvolvendo um grande programa, incluindo não apenas a construção de corredores exclusivos, como também obras viárias complementares para que possamos trazer os usuários do automóvel para o transporte coletivo”, disse o Secretário de Estado dos Transportes, Fábio Damasceno.

Economia
O subsecretário de Saneamento e Habitação, Eduardo Calhau, pontuou os reflexos da mobilidade não apenas na vida da população, mas também o impacto nos cofres públicos. “A mobilidade e o transporte é o grande desafio dessa década. Isso influencia diretamente na qualidade de vida da população e também na economia do Estado. Horas perdidas paradas em engarrafamentos, cargas que não são entregues, aumento no número de acidentes, são todos fatores que devem ser acompanhados de perto, pois implicam em ‘deseconomia’. Isso justifica, inclusive, o investimento e a importância que o Governo do Estado tem dado para essa área”.

Calhau comentou ainda sobre um trabalho desenvolvido pela Sedurb, que está auxiliando também os municípios do interior como Aracruz, Colatina, Linhares, Anchieta e Cachoeiro de Itapemirim, em estudos sobre mobilidade. O trabalho conta com o apoio do Instituto Jones dos Santos Neves.

Municípios
No período da tarde, o encontro foi dedicado ao debate com as prefeituras municipais da Região Metropolitana da Grande Vitória. Os agentes públicos municipais puderam apresentar ações que estão sendo desenvolvidas na área e expor suas opiniões.

A Secretária de Desenvolvimento Urbano da Serra, Ana Márcia Erler, pontuou ainda a importância da responsabilidade ambiental ser inserida ao debate. “Um dos grandes desafios para quem pensa a cidade é a sustentabilidade, que possui relação tanto com a questão ambiental como com o social”, afirmou.

Também estiveram presentes representantes das prefeituras de Vitória, Vila Velha, Guarapari, Cariacica e Viana.

Ao final do evento, a Diretora de Estudos e Pesquisas do IJSN, Denise Pereira Barros Nascimento, informou que será elaborado “um relatório técnico, fruto da oficina, que será compartilhado entre os atores presentes, buscando uma maior articulação entre Estado e municípios”.

O Diretor Presidente do IJSN, José Edil Benedito, explicou que “o encontro representou o primeiro passo para a formação de uma rede de parceiros em estudos e pesquisas sobre mobilidade, dedicados a debater e acompanhar as políticas governamentais nessa área”. “A ideia é integrar opiniões e colaborações dos diferentes atores envolvidos no processo de planejamento e desenvolvimento das cidades, com foco na mobilidade urbana de pessoas e de cargas”, pontuou.



Informações à Imprensa:
Assessoria de Comunicação do IJSN
Larissa Linhalis
(27) 3636-8066 / 9887-8488
comunicacao@ijsn.es.gov.br